Vale a pena comprar um carro a gás?

06/09/2021
  • Compartilhe:
Carro a gás vale a pena?

As frequentes altas da gasolina e do etanol fazem com que muita gente pense em driblar os gastos com esses tipos de combustível optando pelo por um carro a gás. A proposta parece tentadora – afinal, essa é uma alternativa mais econômica e menos danosa ao meio ambiente.

Mas será que vale a pena comprar um carro com kit GNV (Gás Natural Veicular)? Confira!

Carro a gás: economia na hora de abastecer

O valor gasto com combustível pode reduzir para mais da metade se compararmos um mesmo carro movido a gasolina e a GNV.

Vamos fazer as contas: o preço médio da gasolina no Brasil, em agosto de 2021, era de R$5,98, e um motorista anda cerca de 20 mil quilômetros por ano. Se um carro faz 12 quilômetros por litro de combustível, é muito provável que esse proprietário gaste, pelo menos, R$9.960,00 por ano para se locomover. São R$830,00 mensais.

De acordo com um estudo feito pela USP divulgado na Exame, o GNV é capaz de economizar 56,5% em relação à gasolina. Sendo assim, nesse mesmo exemplo, o valor economizado chega a R$5.580,00.

Carro a gás: aliado do meio ambiente

O GNV emite menos poluentes na atmosfera. Portanto, além de economizar, você contribui com o meio ambiente. Mesmo com o avanço das tecnologias dos motores a combustão, carros abastecidos com diesel ou gasolina ainda são muito poluidores.

O etanol, entretanto, é uma opção para quem se preocupa com as emissões de gases poluentes. Ele não emite gás carbônico e é uma das opções mais limpas disponíveis.

Durabilidade de peças no carro a gás

O gás inibe a formação de resíduos de carbono no motor. Por isso, a vida útil das peças pode ser mais longa e o período entre as manutenções pode ser menor. O óleo lubrificante também dura mais nesse modelo.

Redução no espaço no porta-malas

Em modelos hatch, por exemplo, o kit de GNV pode ocupar um terço do porta-malas. Em modelos sedan, a perda é menor. Por isso, se o espaço no bagageiro é fundamental para o seu dia a dia, considere esse fator antes de instalar o kit gás.

Perda de garantia

Mexer na estrutura do carro vai, sim, fazer com que o veículo perca a garantia. Por outro lado, com esse fato, os veículos sofrem queda no preço por conta da modificação no sistema de combustível – e, assim, quem sabe você pode adquiri-lo por um valor abaixo do praticado no mercado, se comparado com os automóveis a gasolina e etanol.

Queda na potência

Carros movidos a gás perdem desempenho, dificultando ultrapassagens, por exemplo. Especialistas mensuram diminuição de cerca de 3% na potência do motor.

Com essas informações, já dá para balancear e decidir se essa é uma boa aquisição para o seu automóvel, não é mesmo?

Mas atenção: é preciso saber que esse combustível não é equipado em nenhum carro direto da fábrica. Então o seminovo ou usado com kit GNV que você está de olho precisa de autorização do Detran do seu estado e que a instalação tenha sido feita por um profissional qualificado, seguindo a norma técnica.

Vale a pena também checar todos os antecedentes do veículo e conferir o estado das peças e do kit GNV, para que a compra do seu carro seja um bom negócio.

E se quiser evitar outros problemas, consulte o banco de dados do Carzen, serviço online de consulta de placas que oferece dados fundamentais para fazer uma compra com tranquilidade, como histórico de leilão, restrições judiciais, dados originais do veículo, entre outros.

Comentários(1)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *